BLOG

Como ajustar o organismo no 1º dia útil do horário de verão

Adiantar os ponteiros do relógio por causa do horário de verão — que começou ontem — é tarefa fácil. Alterar o relógio biológico, no entanto, exige um esforço muito maior das pessoas, especialmente quando a semana começa pra valer. Sonolência durante o dia, cansaço, irritabilidade, alterações de apetite e um mau humor são alguns efeitos no organismo em decorrência da perda de uma hora de sono. A universitária Isadora Bacelar, por exemplo, demora cerca de uma semana para se readaptar.

— Pode parecer uma mudança pequena, mas que faz muita diferença. Meu sono fica completamente desregulado, costumo ficar sem apetite e qualquer coisa me estressa — comenta Isadora que para tentar contornar a situação, tira pelo menos uma hora por dia, antes de dormir, para andar de bicicleta, seguindo orientações médicas: — Minha vontade de comer melhora, consigo dormir mais tranquila e acordo mais disposta.

De acordo com a psicóloga Paula Emerick, presidente executiva e fundadora da Solace Institute, no Rio, a mudança de horário pode afetar diretamente as funções executivas do organismo — necessárias para controlar os pensamentos, as emoções e as ações.

— É como se faltasse carga para o corpo. Há um impacto na perda de memória e no deficit de atenção. Por isso, as pessoas costumam render menos no trabalho e as crianças podem apresentar uma queda no desempenho escolar — afirma a especialista.

O neurologista Ricardo de Freitas destaca que o cérebro segue um ritmo organizado em um ciclo de 24 horas. A mudança desse padrão modifica as reações do organismo.

— É importante evitar televisão e computador pouco antes de dormir e não levar problemas e preocupações para a cama — aconselha.

Fonte: http://extra.globo.com/noticias/saude-e-ciencia/como-ajustar-organismo-no-1-dia-util-do-horario-de-verao-20294406.html

Todos os Direitos Reservados | Solace Institute

Desenvolvido por Tec Software | YourSite